Já se foi o tempo em que o bom e “velho” desktop era a forma mais utilizada, senão única, de acesso à internet. Hoje, com o advento dos smartphones e popularização da internet 3G, (embora precária em muitas partes do país), provocou um verdadeiro êxodo do consumo de conteúdo do desktop para dispositivos móveis. Segundo recente pesquisa realizada pela IMS LatAm, 57% dos usuários no Brasil utilizam dispositivos móveis para navegar na internet.

Há quem diga que a parte mais importante de um bom site é o conteúdo. Mas, o que acontecerá se a pessoa localizar o conteúdo certo e não conseguir ler? Certamente outra pessoa oferecerá conteúdo igual ou superior e de forma legível. A Google vem insistindo neste desenvolvimento mobile-friendly (amigável para dispositivos móveis, em tradução livre), para proporcionar aos usuários que acessam um site melhor experiência de leitura. Neste intuito, no dia 21 de Abril de 2015 a Google alterou a forma com que seu algoritmo faz a leitura e ranqueamento dos sites quando são acessados por dispositivos móveis. Em miúdos, se o usuário realizar uma pesquisa no Google via smartphone, o ele trará resultados mais relevantes de acordo não só com o conteúdo, mas também levará em conta se o design do seu site está bem adaptado para mobile devices.

Faça o teste agora mesmo do seu site e saiba se ele está adaptado para uma boa experiência em dispositivos móveis.

Quer aprofundar um pouco mais sobre como desenvolver um site bacana para mobile? A Google fornece parâmetros técnicos a este respeito.

Fique com Deus!

Paulo Franco Machado